Jogo de três dos sete anões

Ontem deu prá confirmar que o futebol nos define como povo. Jogo da seleção contra um time fraco do futebol mundial parou o Brasil. As ruas ficaram coalhadas de verde e amarelo e faltando duas horas para a partida o trânsito já dava sinais de um breve caos. O torcedor, mais fiel do mundo, não quer nem saber . Torcemos por goleada, por jogo bonito, por festa e muita alegria. Trabalho, nem pensar. Jogo da seleção é compromisso, dos mais sério.

No final, ficou uma decepção. O jogo foi de baixo nível, mais frio do que o clima do estádio. O time do “Dunga” estava “Soneca” e me deixou muito “Zangado”.

Renato Alexandre

Um comentário para “Jogo de três dos sete anões”

  1. Felipe Castanheira disse:

    Isso tudo é porque falta um “Mestre” no comando. O time na retranca ficou um tanto “Dengoso” e o jogo estava tão ruim que quase tirei uma “Soneca”.
    Fora o risco de com este frio alguém virar “Atchim” e ter que ficar sem jogar.
    Com Dunga no comando difícil e ver alguém “Feliz”

Deixe um comentário